Zika: uso de preservativo aconselhado como precaução

Orientação da Direção-Geral de Saúde

11 fevereiro 2016
  |  Partilhar:

A Direção-Geral de Saúde (DGS) atualizou o boletim de orientação para a prevenção contra o vírus Zika, recomendando a utilização de preservativo em relações sexuais, revela uma notícia da agência Lusa.
 

“Os cidadãos que se deslocam para áreas afetadas devem adotar medidas de proteção sexual, nomeadamente o uso de preservativo”, recomenda a DGS através do documento disponível na sua página da internet.
 

No caso de homens que tenham viajado para zonas afetadas e regressem com sintomas, para além de “realizar tratamento sintomático”, estes devem “utilizar preservativo nas relações sexuais durante seis meses, à luz do princípio da precaução e segundo os conhecimentos atualizados”.
 

No caso de homens que não apresentem sintomas, a DGS recomenda ainda assim “utilizar preservativo nas relações sexuais durante 28 dias”.
 

A todos aqueles que viajem para países afetados, como o Brasil e Colômbia, a entidade de saúde aconselha todos os viajantes a “procurar aconselhamento em Consulta do Viajante”. Segundo a DGS, as grávidas “não devem deslocar-se, neste momento, para zonas afetadas” e “as pessoas imunocomprometidas ou com doenças crónicas graves devem obter aconselhamento junto do seu médico antes de planear uma viagem a uma área afetada” e “seguir as recomendações das autoridades locais”.
 

Como principal medida de prevenção contra a picada do mosquito responsável pela transmissão do Zika, a DGS recomenda “utilizar vestuário adequado para diminuir a exposição corporal à picada”, optando por “alojamento com ar condicionado”, “utilizar redes mosquiteiras”, ter especial atenção durante os períodos do meio da manhã e final de tarde, que são as alturas em que o mosquito se encontra mais ativo, e “aplicar repelentes observando as instruções do fabricante”.
 

A DGS aconselha todos cidadãos “provenientes de uma área afetada” que, “até 28 dias após a data de regresso”, apresentem sintomas sugestivos de infeção por vírus Zika a contactar a linha Saúde 24 (808 24 24 24).
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.