Xarope de ácer pode ajudar na luta contra bactérias

Estudo publicado na “Applied and Environmental Microbiology”

21 abril 2015
  |  Partilhar:
Segundo uma equipa de investigadores canadianos, um extrato concentrado de xarope de ácer torna as bactérias causadoras de doenças mais suscetíveis aos antibióticos.
 
Um estudo conduzido pela Universidade Mc Gill, no Québec, sugere que a combinação do extrato de xarope de ácer e de antibióticos comuns pode fazer aumentar a suscetibilidade dos micróbios, conduzindo assim a uma menor utilização de antibióticos.
 
Nathalie Tufenkji e equipa do Departamento de Engenharia Química daquela universidade prepararam um extrato concentrado que consistia principalmente em compostos fenólicos. O xarope de ácer é obtido a partir da seiva concentrada de áceres da América do Norte e é uma fonte de compostos fenólicos. 
 
O efeito do concentrado foi testado em laboratório em estirpes de bactérias causadoras de infeções, como a E.coli e a Proteus mirabilis, que causam infeções do trato urinário.
 
Quando usado isoladamente, o concentrado exerceu uma eficácia limitada no combate às bactérias. No entanto, quando combinado com antibióticos, o extrato de ácer demonstrou ser bastante eficaz. O extrato agiu de forma sinergética com os antibióticos na destruição de comunidades de bactérias resistentes, conhecidas como biofilmes, que são comuns em infeções de difícil tratamento, como as infeções urinárias associadas ao uso de cateteres. 
 
A investigadora Nathalie Tufenkji explica que “teríamos que fazer testes in vivo e eventualmente ensaios clínicos antes de podermos dizer qual seria o seu efeito em humanos”. No entanto, a especialista considera que “os achados sugerem uma abordagem potencialmente simples e eficaz para a redução do uso de antibióticos. Consigo ver o xarope de ácer a ser incorporado eventualmente, por exemplo, nas cápsulas dos antibióticos”.
 
Finalmente, os investigadores descobriram que o extrato de ácer afeta a expressão genética das bactérias, através da repressão de um conjunto de genes ligados à resistência aos antibióticos e virulência. O uso exagerado de antibióticos tem vindo a alimentar o surgimento de bactérias resistentes, o que hoje em dia representa uma das maiores preocupações mundiais em relação à saúde pública.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.