Walkman isola do mundo exterior

Aparelhos de música portáteis criam espaços pessoais

16 março 2004
  |  Partilhar:

O uso de aparelhos «walkman» e agora de iPod (dispositivos que permitem guardar em memória grandes quantidades de canções) para ouvir música em movimento funciona como um escudo em relação ao mundo exterior, ajudando a moldar estados de espírito e a gerir o tempo. As conclusões são de Michael Bull, professor de Media e Estudos Culturais na Universidade de Sussex (Inglaterra). Em Portugal, o sociólogo da comunicação Paquete de Oliveira fala da abertura de novos espaços de liberdade mas também do perigo do fechamento. Na sua investigação em torno de pessoas que usam «walkman», e que agora foi expandida ao iPod, Bull conclui que uma banda sonora pessoal ajuda a moldar os estados de espírito da pessoa e a forma como gere o seu tempo (ouvir as músicas preferidas nos transportes públicos faz o tempo passar mais depressa). Estes aparelhos portáteis de música funcionam como «ferramentas de gestão de espaço, tempo e fronteiras à volta do sujeito individual», referiu Bull à BBC on-line. «É um processo muito activo, apesar de estar dependente da tecnologia.» Ao escolher a música reclama-se uma parte do mundo, que deixa de ser dominado por mensagens que nos chegam do exterior. Algumas vezes é porque a música desperta uma memória que nos transporta para fora da rua, de volta ao tempo e espaço onde aquela melodia se tornou importante, continua. Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.