Volume dos leitores de música portáteis vai ser limitado

Medida da Comissão Europeia

29 setembro 2009
  |  Partilhar:

O volume dos leitores de música portáteis vai ser limitado, uma medida lançada pela Comissão Europeia e que tem por objectivo proteger cerca de 10 milhões de pessoas da surdez parcial.

 

Em declarações à agência Lusa, Meglena Kuneva , a comissária europeia para os Direitos do Consumidor, afirmou que "entre cinco e dez por cento dos utilizadores destes aparelhos correm o risco de ficarem parcialmente surdos", tratando-se de pessoas que "ouvem música mais de uma hora por dia num volume muito alto".

 

Meglena Kuneva referiu que é "fácil fazer subir o volume do MP3 até níveis que são prejudiciais, sobretudo na rua e nos transportes públicos".

 

“Os dados mostram-nos que especialmente os jovens que ouvem música muito alta e, por vezes, várias horas por semana, não têm a menor ideia de que estão a pôr em risco a sua capacidade de audição", acrescentou a comissária.

 

Assim, a Comissão Europeia propôs ao Cenelec, o organismo responsável pela elaboração de normas da União Europeia (UE), que dite novas normas de segurança técnica para os leitores de música portáteis, incluindo os telemóveis, que abrangerão apenas os aparelhos produzidos após a entrada em vigor dessas normas.

 

A Comissão Europeia alerta para o facto de a utilização segura dos dispositivos depender do tempo de exposição e do volume: a 80 decibéis (db) a exposição semanal ao ruído deve limitar-se a 40 horas, mas a 89 db ela não deverá exceder as cinco horas.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.