Viver na cidade propicia distúrbios mentais

Estudo publicado na revista “Nature”

29 junho 2011
  |  Partilhar:

As pessoas que nascem e são criadas nas cidades têm um risco mais elevado de desenvolverem, ao longo da vida, distúrbios de ansiedade e de humor, devido ao impacto que a vida citadina parece ter sobre duas regiões do cérebro que regulam a emoção e o stress, indica um estudo internacional publicado na revista “Nature”.

 

Estudos anteriores verificaram que os habitantes urbanos têm um risco 21% superior de desenvolverem distúrbios de ansiedade e um risco 39% maior de sofrerem de distúrbios do humor. E, de acordo com o co-autor desta nova investigação, Jens Pruessner, do Douglas Mental Health University Institute, em Montreal, Canadá, têm quase o dobro da taxa de esquizofrenia do que pessoas que não vivem nas cidades.

 

Para o estudo, Pressner e colegas alemães usaram exames de ressonância magnética funcional para estudar a actividade cerebral de voluntários saudáveis que viviam nas áreas urbanas e rurais. Verificaram que os citadinos tinham maiores respostas ao stress na amígdala, uma área do cérebro envolvida na regulação emocional e no humor.

 

Os investigadores também verificaram que crescer na cidade estava associado com a actividade no córtex cingulado, área relacionada com a regulação do humor negativo e stress. "Essas descobertas sugerem que diferentes áreas do cérebro são sensíveis à experiência de viver na cidade em diferentes momentos da vida", assinalou Pruessner em comunicado de imprensa, acrescentando que “estes resultados contribuem para a nossa compreensão do risco ambiental urbano para os distúrbios mentais e de saúde em geral”.

 

De acordo com o cientista, estes dados também apontam para uma nova abordagem de colaboração entre as ciências sociais, as neurociências e as políticas públicas de modo a poderem responder ao desafio de saúde nas cidades, nomedamente, encontrando novas formas de melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 2Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.