Vitamina D pode reduzir risco de cancro do cólon

Estudo publicado na revista “BMJ”

28 janeiro 2010
  |  Partilhar:

Altos níveis de vitamina D no sangue parecem estar associados a um menor risco de desenvolvimento de cancro colorrectal, de acordo com um estudo publicado na revista “BMJ”.

 

Numa análise que envolveu dados de mais de 520 mil pessoas de dez países da Europa Ocidental, os cientistas verificaram que quem tinha níveis mais altos de vitamina D no sangue apresentava um risco 40% menor de desenvolver cancro colorrectal do que as pessoas com níveis mais baixos daquela vitamina.

 

Para o estudo, os voluntários realizaram exames ao sangue e responderam a questionários sobre dieta e estilo de vida entre os anos de 1992 e 1998. Durante o período de acompanhamento, 1.248 pessoas foram diagnosticadas com cancro colorrectal. Os dados destes pacientes foram comparados com um grupo similar de outras 1.248 pessoas que não apresentavam a doença.

 

Os investigadores alertam, contudo, para o facto de não se saber ainda se o consumo de suplementos de vitamina D pode ter efeitos nefastos para a saúde. Afirmam também que, em princípio, esses suplementos não serão sequer necessários se as pessoas tiverem uma dieta saudável, praticarem exercício físico e se expuserem moderadamente à luz solar.

 

Os autores do estudo salientam ainda que as recomendações actuais para prevenir o cancro colorrectal incluem deixar de fumar, praticar exercício, reduzir a obesidade e a gordura abdominal e limitar o consumo de álcool e carnes processadas e vermelhas.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.