Vitamina D pode ajudar a combater as infeções virais no inverno

Estudo publicado no “Journal of Leukocyte Biology”

04 maio 2012
  |  Partilhar:

Os suplementos de vitamina D podem ajudar a combater as infeções virais que ocorrem durante o inverno, sugere um estudo publicado no “Journal of Leukocyte Biology”.

 

O estudo revelou que os níveis insuficientes de vitamina D estão associados com uma deficiência na resposta imune inata que protege contra as infeções, neoplasias ou doenças autoimunes. Uma vez que os níveis de vitamina D diminuem durante o outono e inverno, altura em que os dias são mais curtos e a luz solar é mais fraca, isto pode explicar por que motivo as pessoas são mais suscetíveis às infeções virais durante estas épocas. Os resultados deste estudo também sugerem que a toma de suplementos de vitamina D, especialmente por parte da população mais idosa, pode fortalecer a imunidade inata.

 

Para chegarem a estas conclusões os investigadores da Unversidad de Cantabria, na Espanha, compararam as alterações dos níveis de vitamina D, no sangue, de três grupos de indivíduos saudáveis: um grupo composto por indivíduos dos 20 aos 30 anos, o segundo por participantes dos 31 aos 59 e os terceiros que incluiu indivíduos entre os 60 e os 86 anos de idade.

 

Os investigadores verificaram que os níveis de vitamina D diminuem com a idade, o que levou os autores do estudo a verificarem se estas alterações estavam associadas com um tipo de recetores, os TLR, que é expresso em algumas células do sistema imunitários os linfócitos e os monócitos.

 

O estudo revelou que um dos TLR mais afetados pela insuficiência de vitamina D é o TLR7 que está envolvido na regulação da resposta imunitária contra os vírus. Por outro lado, ficou também demonstrado que a luz solar, mais precisamente a falta de vitamina D, pode estar envolvida nas taxas de infeção elevadas durante os meses de inverno. 

 

“Existem vários estudos que mostram que a manutenção de níveis adequados de vitamina D é benéfica para a saúde. O nosso estudo reforça exatamente isto e sugere que os suplementos de vitamina D deveriam ser considerados uma das muitas ferramentas que podem ajudar as terapias convencionais”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo Victor Manuel Martinez-Taboada.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.