Vitamina C pode diminuir pressão arterial

Estudo publicado no “American Journal of Clinical Nutrition”

23 abril 2012
  |  Partilhar:

A toma de grandes quantidades de vitamina C poderá reduzir moderadamente a pressão arterial, sugere um estudo publicado no “American Journal of Clinical Nutrition”.

 

A pressão arterial elevada, ou hipertensão, que é um dos principais fatores de risco para as doenças do coração e acidente vascular cerebral, afeta cerca de 30% da população adulta dos EUA. Os tratamentos atuais incluem fármacos, prática de exercício físico, perda de peso e mudança de hábitos alimentares que passam, por exemplo, pela redução do consumo de sal.

 

A comunidade científica tem focado a sua atenção na possibilidade da vitamina C reduzir a pressão arterial devido aos seus efeitos biológicos e fisiológicos. De facto, esta vitamina pode atuar como diurético promovendo a remoção de sódio e água do organismo, o que ajuda a relaxar as paredes dos vasos sanguíneos e consequentemente contribuir para a redução da pressão arterial.

 

Assim, alguns especialistas acreditam que a ingestão de grandes quantidades de vitamina C, um micronutriente essencial encontrado em frutas e vegetais, pode diminuir a pressão arterial, mas os estudos até então realizados têm produzido resultados contraditórios.

 

Neste estudo os investigadores da Johns Hopkins University School of Medicine, nos EUA, reviram e analisaram os dados de 29 estudos que se debruçavam sobre o efeito da toma de vitamina C, ou de um placebo, nos valores da pressão arterial sistólica e diastólica.

 

Os investigadores verificaram que a toma de uma média diária de 500 mg de vitamina C (o correspondente a 6 copos de sumo de laranja), que é cerca de cinco vezes a quantidade diariamente recomendada, reduzia, num curto espaço de tempo, a pressão arterial em cerca de 3,84 mmHg. Nos indivíduos com hipertensão esta redução chegava aos 5 mmHg.

 

Os investigadores revelaram que a toma de medicação para controlar a pressão arterial, como os inibidores da enzima conversora da angiotensina, conduz a uma diminuição de cerca de 10 mmHg.

 

“Apesar de os nossos resultados terem demonstrado que a ingestão de vitamina C tem apenas um efeito moderado na redução da pressão arterial, se toda a população dos EUA diminuísse a sua pressão arterial em 3 mmHg, ocorreriam menos acidentes vasculares cerebrais”, revelou, em comunicado de imprensa o líder do estudo, Edgar "Pete" R. Miller. Contudo, o investigador acrescenta que é necessário a realização de mais estudos antes de poderem recomendar a toma deste tipo de suplementos como tratamento da pressão arterial, pois ainda não são conhecidas as suas implicações.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.