Vitamina C e E afetam exercício de resistência

Estudo publicado no “The Journal of Physiology”

06 fevereiro 2014
  |  Partilhar:

A toma de suplementos de vitamina C e E atenuam os benefícios decorrentes da prática de exercício de resistência, defende um estudo publicado no “The Journal of Physiology”.
 

Tendo em conta que os suplementos de vitamina C e E são amplamente utilizados, os investigadores da Escola Norueguesa das Ciências do Desporto decidiram aferir se estes interferiam com os mecanismos celulares e fisiológicos durante a prática de exercício físico.
 

O estudo, que teve a duração de 11 semanas, contou a participação de 54 homens e mulheres saudáveis que tomaram 1000mg de vitamina C e 235mg de vitamina E, ou um placebo. Os participantes e os investigadores não tinham conhecimento do que estava a ser administrado.
 

Os participantes foram submetidos a um programa de treino de resistência, principalmente corrida, três ou quatro vezes por semana. Antes e após o fim do estudo, foram realizados testes de aptidão, análises sanguíneas e biópsias musculares.
 

Apesar de a toma de suplementos não afetar o consumo máximo de oxigénio ou os resultados da prova de 20 metros, foi verificado que os marcadores de produção de novas mitocôndrias (organelo celular envolvido na produção de energia) nos músculos, apenas aumentaram no grupo que tomou o placebo.
 

De acordo com o National Health Service, no Reino Unido, a toma de menos de 540mg de vitamina e de 1000mg de vitamina C por dia não causa danos. “Os nossos resultados indicam que a toma de doses mais elevadas, que são habitualmente encontradas nos suplementos, devem ser utilizadas com precaução, especialmente no caso de se praticar exercício de resistência”, revelou, em comunicado de imprensa, o líder do estudo, Gøran Paulsen.
 

O investigador adiantou que são necessários mais estudos para determinar os mecanismos envolvidos nestes achados. Contudo, o investigador acredita que as vitaminas interferem com a vias de sinalização celular e atenuam a expressão de determinados genes.  
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.