Vitamina A previne defeitos auditivos em animais

Doses de retinol podem corrigir problemas em embriões de ratinhos

08 agosto 2001
  |  Partilhar:

A ingestão de vitamina A durante a gravidez tem sido apontada como um factor de risco de certas anomalias e mal formações em recém-nascidos. Um novo estudo sugere que, em doses moderadas, a vitamina A pode corrigir alguns problemas de desenvolvimento em embriões.
 

 

A investigação, liderada por Filippo Rijli, da Universidade de Estrasburgo, França, foi realizada em ratinhos que não possuíam um gene necessário para o desenvolvimento normal do ouvido interno.
 

 

Quando as mães dos embriões receberam uma única dose moderada de retinol, a principal fonte de vitamina A presente no organismo, os ratinhos nasceram com ouvidos internos normais. E, ao contrário do resultado de outros estudos, os animais não nasceram com nenhum dos defeitos relatas nas anteriores investigações.
 

 

Com base em experiências repetidas, os cientistas determinaram que a dose de retinol preveniu os defeitos no ouvido interno quando estes ocorreram durante um certo período ao longo da gravidez.
 

 

Na edição on-line da revista Nature Genetics, os
 

investigadores afirmaram não saber ainda se a mutação genética nos ratinhos tem um correspondente que desempenha um papel semelhante para causar problemas auditivos em humanos ou se poderiam beneficiar-se da pequena dose de vitamina A na gravidez.
 

 

Os investigadores destacaram ainda que, embora os altos níveis de vitamina A tenham sido relacionados com defeitos em recém-nascidos humanos, diversos estudos têm vindo a demonstrar que grávidas que consomem vitamina A extra, o equivalente à quantidade encontrada em multivitamínicos, não apresentam um risco maior de dar à luz uma criança com defeitos.
 

 

Paula Pedro Martins
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: Nature
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.