Vírus quase indestrutível pode fornecer pistas para tratar várias doenças

Estudo publicado no “Science”

29 maio 2015
  |  Partilhar:

Ao desvendar os segredos de um estranho vírus − o SIRV2 − que sobrevive em ácido quase em ebulição, os cientistas da Escola de Medicina da Universidade da Virgínia, nos EUA, descobriram um meio de combater doenças humanas utilizando ADN protegido por uma armadura praticamente indestrutível.


Quando o corpo humano se depara com ADN estranho, tenta removê-lo e eliminá-lo. É essa a sua forma de combater vírus. Este mecanismo de defesa torna-se num obstáculo quando os médicos tentam recorrer aos genes para combater doenças. A criação de uma espécie de armadura impenetrável seria uma forma de ultrapassar este problema.


“O que é interessante e incomum é conseguir ver de que forma as proteínas e o ADN podem ser agrupados de uma forma que seja absolutamente estável sob as condições mais duras que é possível imaginar”, referiu Edward H. Egelman, autor do estudo.


Aparentemente, o SIRV2 força o ADN a transformar-se em ADN-A, que é conhecido por aparecer em condições de humidade escassa e menor temperatura. Ao que parece, este é um mecanismo de defesa.


“Descobrimos o que aparenta ser um mecanismo básico de resistência – ao calor, à desidratação, à radiação ultravioleta. E sabendo isso, então, podemos seguir em diferentes direções, incluindo desenvolver formas de proteger o ADN para terapia genética”, acrescentou.


ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.