Vírus na origem do cancro da mama

Descoberta pode levar a vacina contra a doença

25 novembro 2003
  |  Partilhar:

Um vírus chamado Epstein Barr (EBV) poderá estar na origem do cancro da mama, diz uma equipa de investigadores franceses que apresentou o seu trabalho na semana passada no Porto. A confirmar-se, esta descoberta permitirá procurar desenvolver uma vacina contra esta doença. A equipa francesa detectou a presença deste vírus num elevado número de tumores mamários e divulgou os seus resultados no V Congresso Nacional de Senologia. Os seus dados indicam que o EBV está associado a cancros mais agressivos, o que sugere que este aumenta a capacidade dos tumores crescerem. Irene Joab, que liderou este estudo, conduzido no Hospital Saint-Louis, em Paris, adianta que a presença do vírus, por vezes, chega a afectar 20 por cento das células que constituem os tumores. Por essa razão, a investigadora é cuidadosa: uma eventual vacina, afirma, servirá «apenas para complementar os tratamentos já existentes.» Mas pode contribuir para a prevenção do cancro da mama. O EBV também está associado a outros doenças cancerosas, nomeadamente, o cancro da nasofaringe. O surgimento de um novo medicamento de quimioterapia também mereceu destaque no congresso. Trata-se de uma descoberta que permite uma elevada redução dos efeitos secundários desta prática terapêutica. A queda de cabelo, a toxicidade cardíaca, as náuseas e vómitos podem ser bastante reduzidos com a aplicação do novo fármaco - a doxorrubicina lipossomal. O fármaco - o produto químico que actua mata as células do cancro, mas também as saudáveis, causando efeitos secundários indesejáveis - é envolvido numa substância natural, o lipossoma, que cria uma espécie de bolsa protectora. Desta forma, o químico não actua em locais vitais, como o coração. Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.