Vírus modificam-se geneticamente para enganar defesas do hospedeiro

Estudo publicado no “Genome Research”

16 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

Um estudo publicado na revista “Genome Research” revela que os vírus causadores de alguns cancros modificam o seu material genético para enganar as defesas do organismo.
 

 

O objectivo do trabalho liderado por Manel Esteller, do Instituto de Investigação Biomédica Bellvitges, de Barcelona, visa esclarecer por que é que alguns dos vírus oncogénicos são eliminados, outros provocam infecção e outros ainda acabam por desenvolver um tumor cancerígeno. A investigação está também a tentar verificar quais as alterações no genoma que estão implicadas neste processo.
 

 

Os investigadores realizaram um mapa completo da metilação do ADN, um tipo específico de modificação química do material genético, a partir de vários tipos de vírus relacionados com tumores, tais como o Epstein-Barr, o do papiloma humano e o da hepatite B, associados respectivamente a linfomas, ao cancro de colo do útero e ao cancro do fígado.
 

 

Com base no estado de metilação do ADN, os cientistas descobriram que, em portadores assintomáticos do vírus o ADN não estava metilado. Em pacientes com uma infecção activa, por seu turno, o ADN começava a metilar-se, enquanto nos pacientes com tumores o genoma do vírus está muito metilado.
 

 

Os investigadores concluíram que a metilação é um mecanismo usado pelo vírus para se esconder do organismo, o que lhe permite perpetuar-se nas células. Assim, o estado de metilação de alguns genes poderá ser usado como marcador de desenvolvimento de tumores, podendo contribuir para o aparecimento de novos métodos de prevenção, diagnóstico e tratamento.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 1
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.