Vírus gigante nos circuitos de água do ar condicionado

Cientistas suspeitam de ser agente de pneumonia

30 março 2003
  |  Partilhar:

Investigadores franceses identificaram nos circuitos de água de sistemas de climatização um vírus gigante, com meio mícron de diâmetro, que suspeitam ser um agente de pneumonia para os humanos.
 

 

O vírus, a que chamaram mimivírus, foi detectado entre as amibas encontradas na água recolhida de circuitos de arrefecimento dos sistemas de ar condicionado.
 

 

«É um potencial agente de pneumonia», comentou o investigador Didier Raoult, do Centro nacional de investigação científica (CNRS), que juntamente com os colegas relata a descoberta na edição da semana passada da revista Science.
 

 

Segundo Raoult, foram detectados anticorpos contra o vírus no sangue de pessoas que tiveram pneumonia. O investigador esclareceu, no entanto, que o mimivírus não apresenta qualquer relação com a nova forma de pneumonia (atípica) recentemente detectada na Ásia.
 

 

O CNRS indicou que a identificação rápida do vírus pode atribuir-se também ao seu tamanho excepcional. Os cientistas envolvidos na investigação admitem jamais ter descrito um vírus de tais dimensões, quase tão grande como uma bactéria. Afirmam que pode ver-se ao microscópio normal (óptico).
 

 

O diâmetro deste vírus, explicou Didier Raoult, é de meio mícron (um mícron corresponde à milésima parte de um milímetro). Os investigadores já sabem que o mimivírus, que chegaram a confundir com uma bactéria, é um vírus com ADN dotado de um enorme genoma (o maior dos vírus identificados), no qual é possível detectar perto de 900 genes.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.