Vírus do Nilo Ocidental pode alastrar nos EUA

Departamento de Saúde lança alerta sobre disseminação da doença

17 junho 2001
  |  Partilhar:

O vírus do Nilo Ocidental, doença transmitida pela picada de um mosquito, pode alargar a área de disseminação no território norte-americano durante esta semana, alertaram as autoridades de saúde daquele país.
 

 

"É provável que o vírus se espalhe lentamente, e ofereça risco potencial aos seres humanos, para fora da área a qual tem estado limitado", declarou, este fim-de-semana à CNN, David Fleming, médico do Centro de Prevenção e Controlo de Doenças (CDC).
 

 

Durante os últimas semanas, a proliferação do vírus tem sido muito rápida na costa leste dos EUA. Por isso, investigadores do Departamento de Saúde de Nova Iorque recomendaram aos médicos da região para que se mantenham em alerta.
 

 

A picada de um mosquito, que transporte o vírus do Nilo Ocidental, pode causar uma inflamação fatal no cérebro. Grande parte das pessoas infectadas não chega a desenvolver sintomas, embora alguns manifestem febre, dores de cabeça e dores no corpo semelhantes às provocadas por uma gripe.
 

 

O risco de ser picado pode, no entanto, ser atenuado pelo uso de roupas com mangas longas e calças compridas, especialmente durante o amanhecer e anoitecer. O uso de um repelente contra mosquitos também é aconselhado.
 

 

Mas estes mosquitos podem também transmitir o vírus a pássaros e restantes animais. Durante este ano, o vírus já foi detectado em corvos mortos nos estados norte americanos de Nova Iorque, Connecticut, Maryland e Nova Jersey.
 

 

As autoridades sanitárias apelam àqueles que encontrem pássaros mortos que informem o departamento de saúde e recomendam à população que evite focos de mosquitos, eliminado recipientes com água parada.
 

 

Este vírus foi identificado, pela primeira vez, no Uganda, região do Nilo Ocidental, África, tendo chegado aos EUA há dois anos. Desde essa altura, o vírus do Nilo Ocidental já provocou nove mortos, tendo deixado 74 pessoas gravemente doentes.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: CNN
 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.