Vírus da SIDA sem resposta adequada em Portugal

Há carência de especialistas para o aumento de doentes infectados

22 novembro 2002
  |  Partilhar:

Os médicos especialistas não estão a conseguir dar resposta ao aumento dos doentes infectados com o vírus da sida, que são seguidos por clínicos não qualificados, pondo em risco a validade dos tratamentos e o controlo da doença. A denúncia foi uma das muitas ontem ouvidas pelo Presidente da República, Jorge Sampaio, que reuniu pela primeira vez os cerca de 50 membros do conselho consultivo da Comissão Nacional de Luta Contra a Sida (CNLCS) no Palácio da Ajuda, em Lisboa.
 

 

À carência de especialistas no tratamento da doença e no controlo das resistências aos medicamentos, juntam-se outras preocupações dos membros do conselho, convidados a fazer um diagnóstico da situação da sida no país.
 

 

Quase unânime é a percepção de que a luta contra o vírus está a falhar junto da população, que continua a ter uma imagem distorcida do flagelo, em parte devido a campanhas de prevenção desadequadas, cujo impacte raramente é avaliado, disseram ao PÚBLICO alguns dos membros do conselho. Os números oficiais sobre a doença continuam sem bater certo com as informações dos hospitais. Há falta de financiamentos para projectos de investigação, de prevenção e apoio aos doentes no terreno. O organismo oficial de combate à doença não tem autonomia financeira para poder ir mais longe e há falta de diálogo entre todos os que trabalham para combater a doença.
 

 

Indicativo da situação é o facto dos quase 50 membros deste organismo, que tomaram posse há mais de um ano, se terem reunido pela primeira vez a pedido de Sampaio, que não tem competências para convocar formalmente o conselho e convidou individualmente cada um dos seus membros.
 

 

Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.