Vírus da hepatite C produzido em laboratório

Cientistas abrem caminho a novas terapias contra a doença

28 fevereiro 2005
  |  Partilhar:

 

 

Cientistas norte-americanos criaram em laboratório réplicas do vírus da hepatite C, o que poderá abrir caminho a novas terapias contra a infecção, indica um estudo publicado pela Academia Nacional das Ciências dos Estados Unidos.
 

 

Paralelamente, outro estudo divulgado pela revista «Hepatology», da Associação Americana para o Estudo das Doenças Hepáticas, adverte que a infecção com aquele vírus é mais perigosa do que se julgava até agora.
 

 

«Até há pouco tempo, a investigação sobre esta doença infecciosa carecia de um sistema robusto in vitro», disse Jake Liang, director da Divisão de Doenças Hepáticas e Digestivas (NIDDK), acrescentando que o cultivo em laboratório produziu partículas virais que tinham todas as propriedades do vírus completo e que foi possível obter uma réplica e uma produção viral.
 

 

Os cientistas do NIDDK utilizaram para isso o genótipo 1, uma estirpe do vírus com grande incidência entre os seres humanos e a que mais resiste às terapias actuais.
 

 

Liang referiu que a técnica criada para obter a réplica pode ser aplicada no desenvolvimento de outros sistemas tendo em vista outro tipo de vírus. Estas pessoas correm não só um maior risco de contraírem cancro do fígado ou cirrose hepática, mas também outros tipos de cancro, segundo um estudo realizado entre a população sueca.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.