Vírus da gripe A predominante em Portugal

Dados do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge

19 janeiro 2011
  |  Partilhar:

O vírus da gripe A é o predominante em Portugal, tendo sido identificado em 63% dos casos analisados no âmbito da vigilância epidemiológica da síndrome gripal do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA).

 

Portugal registou, na semana de 03 a 09 de Janeiro, uma “actividade gripal moderada, com tendência crescente”, lê-se na informação disponibilizada no sítio oficial do INSA e citada pela agência Lusa.

 

A mesma fonte indica ainda que, dos 32 casos de gripe confirmados laboratorialmente, 63% são Influenza A (H1N1) 2009 e 37% Influenza B/Vic. “O vírus A (H1N1) 2009 foi predominante naquela semana, ao contrário do que se verificou nas semanas anteriores, em que a predominância foi do vírus do tipo B”, lê-se na informação da Direcção-geral de Saúde (DGS). Este organismo do Ministério da Saúde refere que “a actividade gripal sofreu um novo aumento” na referida semana, “embora se mantenha com valor moderado”.

 

Segundo a DGS, desde o início da época gripal 2010-2011 foram notificados, cumulativamente, 55 internamentos hospitalares por gripe - dos quais a maior parte por vírus A (H1N1) 2009 -, admitidos em cuidados intensivos 25 doentes e registados cinco óbitos (quatro por vírus A(H1N1)2009 e um por vírus de tipo B).

 

A DGS relembra que “a vacina sazonal (trivalente) desta época é eficaz contra os vírus da gripe que circulam”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 3
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.