Vírus da gripe A não deve tornar-se mais virulento

Estudo publicado no “PLOS Currents”

04 setembro 2009
  |  Partilhar:

O vírus H1N1, responsável pela pandemia de gripe A, não deve sofrer mutações e tornar-se mais virulento durante esta época gripal, de acordo com um estudo da University of Maryland, divulgado no “PLOS Currents”.

 

No estudo realizado com animais, os cientistas, liderados por Daniel Perez, verificaram que este novo tipo de vírus da gripe não se recombina com outras estirpes da gripe sazonal.

 

Ao infectarem cobaias com três vírus diferentes da gripe, foi observado que o H1N1 não se recombina com as outras estirpes virais da gripe sazonal de 2009. Se a recombinação acontecesse, ela daria origem a um novo vírus com um maior grau de virulência.

 

O que se constatou nas experiências com cobaias é que o vírus H1N1 consegue sobrepor-se aos restantes vírus, dado ser, em média, duas vezes mais rápido a replicar-se no organismo. "Os resultados deste estudo levam a pensar que o vírus H1N1 domina o vírus da gripe sazonal e pode também ser mais contagioso", reforçou, em comunicado enviado à imprensa, Anthony Fauci, director do National Institute of Allergy and Infectious Diseases (NIAID), que financiou esta pesquisa.

 

"Estes novos dados, apesar de preliminares, mostram a necessidade de uma vacina contra a gripe sazonal em conjunto com uma outra para a gripe A neste Outono/Inverno (no Hemisfério Norte)”, adiantou o mesmo comunicado.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.