Violência doméstica: Queixas baixam em 2004

Mulheres lideram número de vítimas

30 junho 2005
  |  Partilhar:

 

 

As queixas de violência doméstica recebidas pela PSP diminuíram 15,5 por cento em 2004 em relação ao ano anterior, sendo a primeira vez que isso acontece desde 1999, revela um documento da força de segurança. Embora o número de queixas tenha diminuído em 2004, a PSP considera que a tendência é para as ocorrências aumentarem devido «a uma maior sensibilidade dos cidadãos e das diversas instituições para o problema».
 

 

Em 2003, a PSP registou 10.005 queixas de maus-tratos domésticos e em 2004 recebeu menos 1.552 denúncias, num total de 8.453, continuando as mulheres a serem as principais vítimas ao representarem 85 por cento dos queixosos. Segundo dados de 2004 da PSP, as mulheres eram as vítimas em 7.152 dos casos de violência doméstica, enquanto o número de homens ascendeu a 1.229.
 

 

Em termos geográficos, o Porto lidera o número de queixas, representando 22 por cento do total dos ilícitos criminais registados, ficando Lisboa apenas um ponto percentual abaixo.
 

 

Oitenta e oito por cento dos crimes de violência doméstica foram cometidos por homens, dos quais 69 foram praticados pelo cônjuge ou companheiro. Os ex-cônjuges ou companheiros são responsáveis por 11 por cento das queixas apresentadas. Em 2004, 7.331 agressores foram homens e apenas 984 mulheres.
 

 

Actualmente as vítimas de crimes têm ao ser dispor 286 salas de atendimento e apoio nas esquadras da PSP e da GNR, cujo público- alvo são os menores, as mulheres, os idosos e deficientes.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.