Violência doméstica: 76 mil casos em onze anos

Dados da Associação Portuguesa de Apoio à Vitima

10 agosto 2012
  |  Partilhar:

Nos últimos 11 anos a Associação Portuguesa de Apoio à Vitima (APAV) teve o conhecimento de mais de 76 mil casos de violência doméstica tendo recebido, em média, 19 denúncias por dia.
 

Segundo o relatório estatístico da APAV, ao qual a agência Lusa teve acesso, 76.582 pessoas recorreram aos serviços daquela instituição entre 2000 e 2011.
 

O ano em que obteve mais denúncias foi o de 2002, altura em que a associação registou em média 20 casos por dia, num total de 7.543 processos.
 

As vítimas são, muitas vezes, alvo de vários crimes em simultâneo e, por isso, a APAV registou, nos últimos onze anos, 172 mil crimes de violência doméstica, sendo os mais usuais os maus tratos psíquicos (cerca de 50 mil), maus tratos físicos (46 mil) e ameaças e coação (mais de 33 mil).
 

Os casos de abuso sexual e violação representam mais de três mil crimes.
 

O relatório refere ainda que as vítimas são habitualmente mulheres, na faixa etária entre os 26 e os 45 anos, e os agressores costumam ser homens adultos - um em cada quatro tem entre 26 e 45 anos de idade – e, em mais de metade das situações, são companheiros das vítimas.
 

Entre 2000 e 2011, a APAV recebeu 656 denúncias relacionadas com bebés até aos três anos, 586 casos de violência contra crianças entre os quatro e os cinco anos e 1551 entre os seis e os dez anos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.