Vinte suicídios em 2001 nas prisões portuguesas
08 janeiro 2002
  |  Partilhar:

As cadeias portuguesas registaram 20 suicídios durante o ano 2001, um valor só igualado nos últimos cinco anos pelos números de 1998.
 

 

Segundo dados oficiais, em 2001 houve o dobro dos
 

suicídios dos registados em 2000 (10) e mais sete do que em 1999 (13), tendo o último suicídio nas prisões ocorrido domingo à noite no estabelecimento prisional do Linhó.
 

 

Em Novembro de 2001, o novo director-geral dos Serviços Prisionais, João Figueiredo, aprovou uma circular recomendando a necessidade de reforçar a vigilância junto dos reclusos em risco de suicídio.
 

 

A maioria dos suicídios verifica-se por enforcamento e
 

resulta de problemas ligados à reclusão, violência, solidão, falta de dinheiro, isolamento, luto, doença física ou psicológica, tristeza e sentimentos de culpa e de fraca auto-estima.
 

 

Relativamente aos homicídios, o número é menos dramático,
 

com três em 2001 e um já no início de 2002.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.