Vinho pode minimizar efeitos da radioterapia no tratamento do cancro da mama

Estudo da Universidade Católica de Campobasso

05 julho 2009
  |  Partilhar:

Um copo de vinho por dia pode ajudar a reduzir os efeitos secundários da radioterapia em pacientes com cancro da mama, refere um estudo realizado pela Universidade Católica de Campobasso, no sul da Itália.

 

O estudo, que será publicado no sítio do “International Journal of Radiation Oncology Biology Physics”, refere que os polifenóis, antioxidantes presentes no vinho, podem ajudar a proteger os tecidos saudáveis dos efeitos da radiação, ao mesmo tempo que combatem as células cancerosas.

 

Na investigação foram avaliadas 348 mulheres que receberam tratamento para o cancro da mama entre 2003 e 2007, na unidade de radioterapia e cuidados paliativos da Universidade Católica de Campobasso.

 

O trabalho mostrou que, quando comparadas com as mulheres do grupo de controlo, que não consumiram a bebida, o consumo diário moderado de vinho estava associado a uma redução de 75% das lesões na pele das mulheres.

 

Contudo, os autores do estudo salvaguardam que os resultados devem ser avaliados com precaução, já que se tratou apenas de um estudo de observação.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 3
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.