Vildagliptina melhora o controlo da Diabetes tipo 2

Trabalho apresentado no “Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism”

26 fevereiro 2008
  |  Partilhar:

Em pessoas com Diabetes tipo 2 e níveis de glicose moderadamente elevados, a vildagliptina, pode produzir melhoras a longo prazo no funcionamento das células beta dos ilhéus de Langerhans (hormona do pâncreas), relata um trabalho publicado no “Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism”.
 

 

A equipa liderada por Andrea Mari, do Conselho Nacional de Pesquisa, em Pádua, Itália, submeteu 306 pacientes com Diabetes tipo 2 a tratamento com o fármaco vildagliptina ou um placebo, ao longo de um ano. Os participantes tinham a hemoglobina glicada (HbA1c) entre 6,2% e 7,5%, o que indica hiperglicemia leve.
 

A vildagliptina aumentou a taxa de secreção de insulina significativamente mais que o placebo (17%).
 

 

O pico nos níveis de glicose depois das refeições melhorou nos pacientes sob tratamento com vildagliptina, mas piorou um pouco entre os que receberam placebo, assim como os níveis de HbA1c, constatou a equipa.
 

 

As melhoras com a vildagliptina tornaram-se totalmente perceptíveis depois de 24 semanas de tratamento, dizem os cientistas, mas nenhum dos efeitos sobre a função das células beta durou mais de quatro semanas depois da interrupção do medicamento.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.