Vida social é importante para os idosos

Estudo publicado na edição on-line da “British Psychological Society”

15 junho 2011
  |  Partilhar:

Ter uma vida social activa, bem como mobilidade, são factores muito importantes para o bem-estar da população idosa, sugere um estudo da Universidade de Kingston, em Londres, Reino Unido, publicado na edição on-line da “British Psychological Society”.

 

O inquérito, desenvolvido por Ann Bowling - professora de cuidados de saúde para idosos na Universidade de Kingston e na Universidade de St. George's de Londres - revelou que algumas pessoas idosas, mesmo aos 90 anos, continuam activas, usando extensões do braço, substituindo rótulas dos joelhos ou usando lentes para combater a visão dupla.

 

Para a especialista, uma das chaves para as pessoas serem felizes na vida adulta é a sua desenvoltura. "Estes recursos sociais e psicológicos permitem às pessoas usarem ao máximo as suas capacidades, oportunidades e habilidades para que possam compensar quando não poderem fazer as mesmas coisas", acrescentou.

 

O inquérito sobre a Qualidade de Vida das Pessoas Idosas foi desenvolvido a partir de uma série de entrevistas presenciais envolvendo 999 pessoas com idade acima dos 65 anos, agrupadas aleatoriamente, em toda a Grã-Bretanha, durante um período de nove anos e testadas com mais duas amostras nacionais.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Classificações: 2Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.