Vida sexual satisfatória melhora desempenho no trabalho

Estudo publicado na “Journal of Management”

09 março 2017
  |  Partilhar:
O efeito de uma vida sexual saudável parece refletir-se no envolvimento e satisfação profissionais
 
Um novo estudo apurou que quem tem uma vida sexual saudável apresenta uma maior satisfação e envolvimento com o trabalho.
 
O estudo conduzido pela Universidade de Washington e do Estado de Oregon, EUA, determinou ainda que quem dá prioridade à vida sexual em casa, no dia seguinte apresenta uma maior possibilidade de se dedicar e gostar do trabalho. Mais: uma vida sexual satisfatória pode ser ainda mais relevante do que ter um forte equilíbrio entre trabalho e vida pessoal.
 
Para perceber o impacto da vida sexual na vida profissional, os investigadores seguiram 159 funcionários casados durante duas semanas. Foi solicitado aos participantes que completassem um breve questionário todos os dias.
 
Foi apurado que os funcionários que tinham tido relações sexuais apresentavam uma melhor disposição do dia seguinte, sendo que essa boa disposição matinal produzia um maior envolvimento com o trabalho, bem como satisfação durante as horas de expediente.
 
O efeito parece permanecer durante pelo mesmo 24 horas e demonstrou ser o mesmo tanto para homens como para mulheres. Este benefício continuou a sentir-se mesmo após os investigadores terem tido em consideração fatores como a satisfação com o casamento e a qualidade de sono, os quais normalmente afetam o estado de espírito no dia-a-dia.
 
O ato sexual desencadeia a libertação de dopamina, que é um neurotransmissor associado ao sistema de recompensa do cérebro. É libertada também a oxitocina, que é um neuropeptídeo associado às ligações sociais. Isto faz com que o sexo constitua um promotor natural e automático do estado de humor e os seus benefícios perduram até ao dia seguinte.
 
O estudo demonstrou ainda que levar stress relacionado com o trabalho para casa afeta negativamente a vida sexual dos funcionários. Se o trabalho afetar a vida pessoal do funcionário e o leva a sacrificar fatores importantes como a vida sexual, o seu envolvimento com o trabalho irá diminuir.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar