Vicks Vaporub pode provocar problemas graves em bebés

Estudo publicado na “CHEST”

20 janeiro 2009
  |  Partilhar:

O uso do bálsamo Vicks Vaporub, destinado a aliviar sintomas de tosse e congestionamento, pode estimular a inflamação das vias aéreas e produzir graves danos em bebés e crianças até aos dois anos, avisa um estudo publicado na “CHEST”, a revista do American College of Chest Physicians.
 

 

O estudo partiu da experiência do médico Bruce Rubin, do departamento de Pediatria do Universidade de Wake Forest, quando atendeu uma criança de 18 meses que apresentava sérios problemas respiratórios decorrentes da aplicação do produto directamente no nariz.
 

 

Partindo desta análise, os cientistas, liderados pelo mesmo médico, usaram furões para medir os efeitos do bálsamo na produção e acumulação de secreções nas vias respiratórias, bem como nos pulmões. Parte das cobaias apresentava inflamação das vias aéreas.
 

 

Os resultados “in vitro” mostraram que o bálsamo aumentou a produção de muco em 59%, enquanto nos testes “in vivo” a exposição ao produto aumentou em 14% as secreções nas vias aéreas, em condições normais, e em 8% nas vias aéreas inflamadas.
 

 

Os testes “in vitro” também mostram uma diminuição na ordem dos 36% da capacidade da traqueia em eliminar o muco.
 

 

Em declarações ao sítio EurekaAlert, Bruce Rubin avisa todos os pais contra o uso do bálsamo em crianças de tenra idade; também alerta para o facto de crianças e adultos não deverem usar o bálsamo perto das vias respiratórias.
 

 

"Os melhores tratamentos para o congestionamento são o soro fisiológico, bebidas quentes ou caldo de galinha e, muitas vezes, apenas deixar o tempo curar", diz o médico, alertando os pais de crianças pequenas para nunca usarem medicamentos, mesmo os de venda livre, sem consultar o médico.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.