Viagens fazem bem aos idosos

Estudo comprova como o passear ameniza doenças

03 abril 2005
  |  Partilhar:

 

 

Insónia, falta de apetite, depressão, incontinência urinária e, inclusive, dores articulares. Sintomas e doenças conhecidos de muitos idosos, mas que os cientistas dizem serem reduzidos após as viagens.
 

O estudo realizado na Faculdade de Medicina da Universidade Católica do Chile e publicado na Revista Médica do Chile, é o primeiro a avaliar o impacto das viagens sobre a saúde dos homens e mulheres na terceira idade, segundo o coordenador, o médico Pedro Paulo Marin.
 

 

De acordo com a revista, do total de entrevistados após as viagens, 85,4 por cento disseram ter mais disposição; 78 por cento tornaram-se mais sociáveis; 58 por cento acabaram com os problemas de insónia; e 42 por cento sentiram uma melhora digestiva, entre outros benefícios.
 

 

No estudo participaram 4,2 mil idosos, que passaram por duas sondagens, ambas voluntárias: uma antes da viagem e a outra no regresso. Foi detectado que 45,4 por cento dos turistas eram idosos de 70 anos; 66,2 por cento do total eram mulheres; 60,5 por cento beneficiários do sistema público de saúde; e 22,9 por cento tinham planos de saúde particulares. Por sua vez, 20 por cento têm educação básica, outros 47 por cento tinham ensino secundário completo e 21 por cento ensino superior completo.
 

 

Desse total, 15,8 por cento viviam sozinhos e dentro desse grupo 82 por cento eram mulheres. Com relação às condições sociais, 7,7 por cento admitiram que os seus recursos financeiros não lhes permitiam cobrir as necessidades básicas, 43,1 por cento disseram que seus recursos apenas cobriam essas necessidades e 49,2 por cento responderam que não tinham problemas económicos.
 

 

Cerca de 80 mil idosos já participaram nos últimos quatros da iniciativa liderada pelo Serviço Nacional de Turismo do Chile (Sernatur) para incentivar o turismo entre idosos.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.