Vermes podem ser a chave do tratamento da asma e alergia

Cientistas investigam platelminto Schistosoma mansoni

19 dezembro 2005
  |  Partilhar:

 

Os parasitas, presentes em muitos países em desenvolvimento, poderiam representar a chave para tratamentos contra a asma e outras doenças alérgicas, segundo cientistas do Trinity College.
 

 

Os investigadores utilizaram o platelminto Schistosoma mansoni, responsável pela morte de milhares de pessoas nos países pobres, para desenvolver uma resistência às alergias. Embora o expressivo aumento dos casos de alergia em todo o mundo tenha diversas causas, Padraic Fallon, médico do departamento de bioquímica do Trinity College, de Dublin, bem como outros especialistas acreditam que, entre as principais, está a redução da presença desse tipo de verme.
 

 

Na experiência, os cientistas utilizaram ratinhos manipulados geneticamente para desenvolver uma elevada susceptibilidade à asma e à anafilaxia: metade dos ratinhos estava infectada com vermes Schistosoma mansoni e a outra metade, não. As conclusões do trabalho indicaram que os ratinhos do primeiro grupo demonstraram sofrer menos inflamações pulmonares e dificuldades respiratórias que o outro grupo. Uma possível explicação é que os parasitas possam estimular a produção de substâncias químicas no metabolismo e estas activariam processos anti-inflamatórios.
 

 

Algumas pesquisas feitas no Gabão indicam que crianças infectadas com esquistossomas têm menos probabilidade de sofrer reacções alérgicas aos ácaros domésticos que as restantes que não apresentam infecção.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.