Venenos de cobras podem evitar ataques cardíacos e tromboses

Cientistas na pista dos mais eficazes

26 agosto 2004
  |  Partilhar:

 

 

Alguns tipos de venenos de cobras contêm agentes químicos capazes de prevenir ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais (AVC).
 

 

A Fundação Britânica do Coração financiou um estudo _ realizado em conjunto por investigadores das universidades de Oxford, Birminhgham e Liverpool.
 

 

Ataques do coração e AVCs são causados pela obstrução das veias e artérias com gorduras. A gordura impede que o sangue circule nas artérias e chegue a órgãos como o coração.
 

 

Já é de conhecimento científico que o veneno de cobra contém uma variedades de toxinas que podem interromper o processo de obstrução das veias e artérias.
 

 

Agora, os cientistas estão a analisar os venenos que ainda não tinham sido estudados, na tentativa de identificar novas toxinas, que possam ser usadas nesse processo.
 

 

A equipa de investigadores tem mais de 25 anos de experiência em recolha e análise de venenos de cobras de diferentes partes do mundo.
 

 

O professor Charles George, director da Fundação Britânica do Coração, disse serem bem conhecidos os estudos sobre os benefícios dos venenos de cobras para doentes que sofram do coração. «Esta nova investigação pode significar um importante desenvolvimento no tratamento», completou o professor.
 

 

Os venenos de cobras são compostos por substâncias químicas. Em geral, existem dois tipos básicos de enzimas: a neurotoxina, que ataca o sistema nervoso central e a hemotoxina, que atinge o sistema circulatório.
 

Em algumas cobras, no entanto, as duas toxinas aparecem combinadas.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.