Vendas de medicamentos sem receita médica cresceram em 2009

Dados da Associação das Empresas de Distribuição

04 abril 2010
  |  Partilhar:

As vendas de Medicamentos Não Sujeitos a Receita Médica (MNSRM) foram as que mais cresceram no comércio moderno e tradicional no ano passado, face a 2008, segundo o barómetro de vendas da Associação das Empresas de Distribuição (APED), citado pela agência Lusa.

 

No ano passado, as vendas daqueles medicamentos atingiram os 342 milhões de euros, um aumento de oito por cento face ao exercício anterior.

 

O barómetro indica também que as vendas das parafarmácias da distribuição moderna (em centros comerciais ou hipermercados, nomeadamente) foram também as que mais aumentaram (35%), enquanto nas farmácias e nas outras parafarmácias (de rua) a venda daqueles medicamentos sofreu aumentos de 5% e 19%, respectivamente.

 

Segundo a Autoridade Nacional do Medicamento (INFARMED), existiam em Dezembro do ano passado 844 locais de venda de medicamentos sem receita médica.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar