Vencer as rugas

Gene pode combater envelhecimento da pele

01 abril 2002
  |  Partilhar:

Se já lhe começaram a aparecer as primeiras rugas, ou se está na fase em que os vincos lhe marcam o rosto, não desespere...
 

 

Os avanços da genética não param de nos surpreender. Quase todas as semanas, novas notícias surgem trazendo a esperança de cura para múltiplos problemas de saúde. Desta vez, cientistas britânicos anunciaram a descoberta de um gene ligado a uma doença de pele hereditária, que também pode abrir caminho para novos tratamentos contra o envelhecimento.
 

 

A doença, chamada de proteinose lipídica, afecta centenas de famílias em todo o mundo e é particularmente comum na África do Sul.
 

 

Este problema manifesta-se pela pele mais grossa e causa marcas semelhantes às da varicela. Em fases avançadas pode causar epilepsia e depósito de cálcio no cérebro.
 

 

Num artigo publicado na revista Human Molecular Genetic, os investigadores do Instituto de Dermatologia St. John's, Londres, explicam como a descoberta do gene também pode ajudar no tratamento de outras doenças de pele mais comuns, bem com as rugas decorrentes da exposição ao sol. "Esta é uma importante descoberta, que torna possível examinar pessoas de famílias afectadas pela doença e verificar se são portadoras desses genes", disse John
 

 

Em relação ao envelhecimento da pele, os cientistas acreditam que uma proteína produzida pelo gene identificado actue como uma "cola biológica", capaz de manter as células activas unidas.
 

 

Essa proteína, chamada de matriz extra-celular, pode servir como um filtro solar natural que protege contra os danos causados pelo sol.
 

 

Por isso, os tratamentos que visam proteger ou acelerar estas funções podem ajudar a pele a permanecer "junta", mantendo-a firme e evitando o aparecimento das rugas. "Por enquanto, apenas identificamos o gene da proteinose lipídica, o que já é um grande avanço", disse McGrath.
 

 

Acredita-se que a doença tenha chegado à África do Sul por meio de um alemão portador do problema que emigrou para o país por volta de 1650.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.