Variante humana da doença das vacas loucas faz a primeira vítima em Hong Kong
21 fevereiro 2002
  |  Partilhar:

A variante humana da doença das vacas loucas fez a sua primeira vítima em Hong Kong. Trata-se de uma mulher de 35 anos que morreu ontem de manhã depois de conviver 16 meses com a doença.
 

 

De acordo com os médicos do Hospital de Hong Kong a mulher contraiu a variante da doença de Creutzfeldt-Jakob (vCJD) na Grã-Bretanha, onde viveu durante dois períodos diferentes: desde 1985 até 1992 e entre 1997 e 2001, tendo regressado definitivamente a Hong Kong em 2001 para se submeter a tratamentos médicos em Janeiro de 2001.
 

 

A vCJD já causou a morte de 100 pessoas na Europa, a maioria delas na Grã-Bretanha. A nova variante da vCJD é diferente da forma clássica da doença nos sintomas psquiátricos iniciais e é mais comum em pessoas jovens.
 

 

Acredita-se que a doença seja contraída através do consumo de carne bovina contaminada com a encefalopatia espongiforme bovina (BSE). Em Hong Kong a forma clássica da doença já foi diagnosticada em cerca de 20 pessoas.
 

 

MNI – Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.