«Vamos Deixar cair a máscara» contra a discriminação das vítimas de Sida
01 dezembro 2002
  |  Partilhar:

"Vamos deixar cair a máscara" contra o estigma e a discriminação de que são vítimas os milhares de cidadãos com Sida, é a palavra de ordem expressa hoje por várias figuras públicas, no âmbito do Dia Mundial de Luta Contra a Sida.
 

 

A jornalista Margarida Pinto Correia, as modelos Marisa Cruz, Sofia Aparício e Jamal, a estilista Ana Sousa, os apresentadores José Figueiras, Raquel Prates e Jorge Gabriel e a deputada Odete Santos, são alguns dos nomes que vão colocar a máscara branca, o símbolo da campanha da Comissão Nacional de Luta Contra a Sida (CNLCS).
 

 

O dia fica ainda marcado pelo lançamento do livro "Testemunhos", uma compilação de 19 depoimentos de pessoas seropositivas ou doentes com Sida.
 

 

Em Portugal, a CNLCS aponta a existência de 20 mil pessoas portadoras do vírus, um número que os especialistas são unânimes em classificar de sub-avaliado.
 

 

Contudo, não chegam a 20 aquelas que publicamente assumem a sua condição. Seja nas escolas, nos locais de trabalho ou mesmo no seio da família, muitos seropositivos e doentes com Sida escondem a sua situação com medo da discriminação, vivendo assim atrás de uma máscara... que hoje se pretende que caia.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.