Vacina para tratamento do cancro testada em França

Resultados «encorajadores» em estados avançados

12 fevereiro 2004
  |  Partilhar:

Uma vacina terapêutica experimental anticancerígena deu resultados «positivos» e «encorajadores» em cancros avançados do pulmão, da próstata e do rim, de acordo com a empresa biofarmacêutica francesa Transgène.Os três testes actualmente em curso visam avaliar essa vacina, a «MVA-Muc1-IL2», em várias modalidades de tratamento: associado à quimioterapia clássica para cancros avançados do pulmão inoperáveis ou com metástases; com diferentes doses no cancro da próstata; e associado à imunoterapia para o cancro do rim.O produto, sob a forma de injecção subcutânea, é um estimulador da imunidade. Fabricado a partir de um vírus atenuado e modificado, a vacina inclui interleukina 2 para estimular os linfócitos T do paciente e genes que comandam a fabricação do antigene Muc1, associado a inúmeros tumores malignos e que o organismo não consegue detectar. A introdução do Muc1 no organismo visa desencadear uma reacção das defesas do doente, de modo a poderem depois reconhecer o antigene produzido pelo próprio tumor e reagir contra este.O teste com quimioterapia no cancro do pulmão (que aumenta anualmente em 1,2 milhões de casos no Mundo) revela resultados «encorajadores», com diminuição de mais de 50 por cento do tamanho do tumor. Em contrapartida, a vacina utilizada isoladamente não ofereceu resultados suficientemente importantes para prosseguir com os ensaios.Fonte: Jornal de Notícias

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.