Vacina gratuita contra doença invasiva pneumocócica para grupos de risco

Sociedade Portuguesa de Pediatria considera medida insuficiente

14 junho 2010
  |  Partilhar:

A vacinação gratuita nos hospitais das crianças pertencentes a grupos de risco de doença invasiva pneumocócica (DIP) é “positiva” mas devia ser alargada a todas as crianças, defendeu Luís Januário, presidente da Sociedade Portuguesa de Pediatria (SPP).

 

As DIP englobam várias patologias, como a meningite, a pneumonia, a sépsis, as quais são causadas pela bactéria Streptococcus pneumoniae.

 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a bactéria responsável pela DIP constitui a principal causa de morte prevenível através da vacinação nas crianças com menos de cinco anos de idade, sendo responsável por cerca de um milhão de mortes anuais, em todo o mundo, nesta faixa etária.

 

Para Luís Januário, a medida anunciada pela Direcção Geral da Saúde (DGS) das crianças e jovens até aos 17 anos que pertençam aos grupos de risco de DIP poderem ser vacinados gratuitamente nos hospitais através da apresentação de uma declaração médica “é positiva, mas não é suficiente”.

 

“É um primeiro passo, mas, simplesmente, o que se passa no país é que um número muito elevado de crianças está a ser vacinada e os custos a ser suportados pelas famílias”, revelou o presidente da SPP à agência Lusa. A DGS “fez bem em retomar esta recomendação”, porque o problema social destas crianças de risco tem de ser “ponderado, mas, na realidade, a maior parte das crianças que fazem doença invasiva pneumocócica não tem um risco especial, a não ser a idade”.

 

Em Portugal, quase 80% das crianças são vacinadas por indicação médica e por vontade da família que suporta os custos da vacina. Esta situação cria “uma grande desigualdade” em relação aos cerca de 20% que são “excluídos e que têm um risco grande: o risco social que as torna mais vulneráveis”.

 

Apesar de a vacina antipneumocócica não integrar o Plano Nacional de Vacinação (PNV), o grupo de estudo da SPP recomenda-a “a todas as crianças desde que nascem, porque é para ser feita logo aos dois meses”.

 

Ana Leça, da Direcção de Serviços de Prevenção e Controlo da Doença da DGS, revelou a agência Lusa que “o alargamento da vacinação antipneumocócica a todas as crianças está neste momento a ser equacionado”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A

 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 1 Comentar

vacina

Gostaria de saber como posso conseguir a vacina gratuita da 13 valente para meu filho de 4 anos,pois sua pediatra indicou essa vacina.
No posto de saúde do SUS essa vacina só é dada até aos 1ano e 3 meses de idade.
Como posso conseguir essa vacina gratuita pois já tenho a carta da médica, oque mais preciso? Por favor me ajude!

Att, Andréa França.

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.