Vacina experimental contra a malária

Primeiros ensaios com bons resultados

08 dezembro 2001
  |  Partilhar:

Uma vacina experimental contra a malária, uma doença que mata meio milhão de pessoas todos os anos, está a dar bons resultados em ensaios clínicos, diz a equipa responsável na revista médica britânica "The Lancet".
 

 

Os ensaios estão a ser feitos pela empresa farmacêutica GlaxoSmithKline, na Gâmbia, e mostram que esta vacina é eficaz em 34 por cento dos casos para proteger contra a doença.
 

 

Segundo os investigadpres, se for administrada durante quatro doses, a eficácia pode atingir os 47 por cento.
 

 

Este nível de eficácia verifica-se nos adultos, mas, segundo Kalifa Bojang, do Conselho de Investigação Médica em Banjul, na Gâmbia, «o sistema imunitário das crianças pode reagir de forma diferente».
 

 

A equipa que está a desenvolver esta vacina vai fazer ensaios em crianças moçambicanas com idades entre os 12 meses e os cinco anos.
 

 

Esta vacina evita que o parasita que causa a doença, um parasita protozoário do género Plasmodium - transmitido através da picada de mosquitos do género Anophelles - infecte os glóbulos vermelhos do sangue.
 

 

MNI - Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.