Vacina eficaz contra hepatite C pode estar para breve

Estudo publicado na revista “Science Translational Medicine”

09 agosto 2011
  |  Partilhar:

Pela primeira vez, cientistas foram capazes de produzir anticorpos de amplo espectro em animais contra o vírus da hepatite C (VHC), aponta um estudo publicado na revista “Science Translational Medicine” que abre caminho para o desenvolvimento de uma vacina contra a doença e, de modo geral, a uma nova tecnologia para o desenvolvimento de vacinas contra outras infecções, tais como o vírus da sida (VIH), dengue e vírus sincicial respiratório (VSR).

 

No estudo, liderado por David Klatzmann, do Laboratório de Imunologia, Imunopatologia e Imunoterapia (CNRS / UPMC / Inserm), França, os cientistas desenvolveram uma tecnologia baseada no uso de "pseudopartículas", estruturas artificiais de partículas virais, mas sem a capacidade de se multiplicarem por não conterem material genético.

 

A novidade do estudo foi o facto de as pseudopartículas virais terem sido construídas a partir de diferentes fragmentos de dois vírus: um retrovírus de rato recoberto com proteínas do VHC.

 

Depois de injectados em ratinhos e macacos, os cientistas observaram as reacções.

 

Os organismos dos animais produziram anticorpos de amplo espectro, capazes de imunização contra diferentes tipos de VHC. De acordo com o comunicado de imprensa, “estes resultados são importantes para o desenvolvimento de uma vacina preventiva contra a hepatite C” e, “de modo mais geral, eles são aplicáveis para o desenvolvimento de estratégias semelhantes para vacinas contra outras infecções”.

 

Até ao momento, não existe uma vacina eficaz para prevenir a infecção pelo VHC.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.