Vacina da varíola contra cancro cervical
22 novembro 2001
  |  Partilhar:

O vírus do papiloma humano (VPH), um dos responsáveis pelo desenvolvimento do cancro cervical, está ser alvo de uma investigação por especialistas ingleses. Os investigadores pretendem usar uma versão modificada da vacina da varíola, de modo a que evite as alterações celulares que provocam a doença.
 

 

«Esta vacina pode estimular uma reacção imunológica contra as células infectadas com o VPH», explicou um dos membros da equipa de investigação, Stephen Man, da Universidade de Gales.
 

 

O vírus do papiloma humano está associado a 95 por cento dos casos de cancro cervical, mas nem todos os portadores deste vírus acabam por desenvolver a doença.
 

 

Os investigadores Stephen Man, Alison Fiander e Amanda Tristam estão a recrutar 20 voluntárias que apresentem alterações celulares pré-cancerosas para aplicar esta vacina, desenvolvida pela empresa britânica Xenova Group Pic. O objectivo é estimular o sistema imunológico de modo a destruir as células pré-cancerosas, evitando assim o recurso a cirurgias ou tratamentos através de raios laser.
 

 

Se a doença for diagnosticada e tratada na sua fase inicial, os especialistas garantem que as possibilidades de sobrevivência são mais elevadas. Actualmente, cerca de 465 mil mulheres são afectadas anualmente, 300 mil das quais acabam por morrer.
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.