Vacina da gripe é útil e eficaz se for administrada agora

Declarações do ministro da Saúde

17 janeiro 2013
  |  Partilhar:

A vacina da gripe é útil e eficaz se for administrada agora e existe disponibilidade do Serviço Nacional de Saúde (SNS) para vacinar a população, de acordo com o ministro da Saúde, Paulo Macedo.
 

Para o ministro, “é necessário ter um maior número de pessoas vacinadas”, apesar de, até agora, ter acontecido uma “vacinação com extensão e abrangência bastante importante”.
 

“A vacina é gratuita, está à disposição e pode ser feita neste momento” para os grupos mais vulneráveis, disse Paulo Macedo.
 

A notícia avançada pela agência Lusa refere que o diretor-geral de Saúde, Francisco George, já tinha afirmado esta semana que a atividade gripal começou mais cedo do que nos anos anteriores, havendo já casos confirmados, e recomendou a vacinação dos grupos mais vulneráveis, como crianças, idosos e grávidas.
 

“Na primeira semana de janeiro foram confirmados, no Instituto Ricardo Jorge, quatro casos com confirmação laboratorial, dos quais dois estão internados, um nos cuidados intensivos".
 

"Os casos foram diagnosticados na primeira semana e podem indicar o começo da atividade gripal em Portugal, à semelhança do que está a acontecer nos outros países do hemisfério norte”, disse Francisco George.
 

Segundo o diretor-geral de Saúde, as estirpes que circulam são as que estão incluídas na vacina sazonal distribuída em outubro: o AH1, o AH3 e o Tipo B.
 

“Estas situações eram previsíveis, a circulação destes vírus era previsível. A vacina sazonal contempla as três estirpes e apesar dos poucos casos confirmados nós podemos antecipar que a vacina protege em relação a todas”, disse.
 

Quanto à possibilidade de vir a ocorrer em Portugal um surto de gripe como aquele que está a atingir os Estados Unidos, Francisco George salientou que ainda é cedo para se perceber se a gripe no país terá uma expressão intensa ou moderada.
 

“Temos de estar preparados para admitir a possibilidade de ser intensa, mas esperar que seja moderada. Não podemos prever a atividade num futuro próximo. Neste momento é imprevisível, pois não há fundamentação científica para prever ou antecipar aquilo que pode acontecer”, disse.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.