Vacina da gripe associada a menor risco cardiovascular

Estudo publicado na revista “JAMA”

25 outubro 2013
  |  Partilhar:

A toma da vacina da gripe traz um menor risco de episódios cardiovasculares graves, aponta um estudo conduzido pela Universidade de Toronto, Canadá.
 

Estudos anteriores apontaram uma forte relação inversa entre a toma da vacina da gripe e o risco de episódios cardiovasculares. Este novo estudo indica uma relação entre esta vacina e uma diminuição naquele tipo de episódios, incluindo insuficiência cardíaca e ataque cardíaco. Foi demonstrado que os doentes com síndrome coronária aguda beneficiam particularmente com a vacina da gripe.
 

Para determinar se a vacinação contra a gripe está associada à prevenção de episódios cardiovasculares, os cientistas, liderados por Jacb A. Udell,  analisaram uma série de estudos sobre a vacina contra a gripe e os episódios cardiovasculares, e a eficácia ou segurança dos resultados.
 

A equipa baseou a sua pesquisa sobre seis estudos, cinco dos quais tinham sido publicados e um não, que envolviam 6.735 pacientes, com uma média de idades de 67 anos, sendo 51% dos mesmos mulheres e 36% dos participantes com antecedentes cardiovasculares.
 

Dos cinco estudos publicados, após um ano de acompanhamento, apenas 95 dos 3,238 pacientes (2,9%) que tinham tomado a vacina tinham sofrido um episódio cardiovascular adverso grave, em comparação com os 151 dos 3.231 (4,7%) dos pacientes do grupo de controlo que receberam um placebo. Relativamente ao estudo não publicado, os resultados foram semelhantes, com 2,9% para o grupo que tinha tomado a vacina da gripe e 4,6% para o grupo de controlo.
 

A análise, nos estudos publicados, de um subgrupo de participantes com doença arterial coronária preexistente e com historial recente de síndrome coronária aguda revelou um risco ainda menor de episódios cardiovasculares adversos nestes pacientes. Dos pacientes que tinham tomado a vacina, 10,3% tinham sofrido um episódio cardiovascular adverso, comparativamente aos 23,1% do grupo de controlo. Os resultados foram semelhantes relativamente aos dados não publicados.
 

Os investigadores concluem que a vacinação contra a gripe revelou-se eficaz na redução do risco de episódios cardiovasculares adversos, no espaço de um ano, em pacientes com alto risco cardiovascular. Adicionalmente, a vacina contra a gripe revelou-se particularmente eficaz na prevenção cardiovascular em pacientes com síndrome coronária aguda recente.
 

No entanto, a equipa adverte que é necessário efetuar mais estudos com um ensaio multicêntrico para confirmar a eficácia desta terapia de baixo custo, anual, segura, bem tolerada e fácil de administrar na redução do risco cardiovascular, para além das terapias em uso.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.