Vacina contra o HPV beneficia mulheres mais velhas

Estudo publicado na revista “The Lancet”

03 junho 2009
  |  Partilhar:

As mulheres mais velhas podem beneficiar, tanto como as mulheres mais novas, da vacina contra o cancro do colo do útero, revela um estudo publicado na revista científica “The Lancet”.

 

O vírus do papiloma humano (HPV) é a doença sexualmente transmissível mais frequente no mundo e a causa mais comum do cancro do colo do útero, o qual mata anualmente 300.000 mulheres no mundo inteiro.

 

Investigadores do National Institute of Cancer, em Bogotá, Colômbia, contaram com a participação de 3.800 mulheres com idades compreendidas entre o 25 e os 45 anos que não tinham história de verrugas genitais causadas pelo HPV ou de doenças do colo do útero.

 

A metade das participantes, os investigadores administraram a vacina contra o cancro do colo do útero e, a outra metade, foi administrado um placebo. Após dois anos, apenas quatro das mulheres que tinham sido vacinadas desenvolveram uma infecção por VPH ou uma doença do colo do útero, enquanto isso aconteceu com 41 mulheres às quais tinha sido administrado o placebo. Estes resultados traduzem-se numa eficácia de mais de 90%.

 

Com as mudanças dos comportamentos sexuais a que se assistiu nos últimos 30 anos, a infecção por HPV tem tendência para ocorrer nas mulheres que se encontram na terceira, quarta e quinta décadas das suas vidas. Desta forma, e de acordo com os autores do estudo, estas mulheres poderão beneficiar da vacinação profilática contra a infecção causada por este agente.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 3
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.