Vacina contra o fumo revelou-se eficaz

Primeiros testes em humanos demonstram sucesso

10 setembro 2003
  |  Partilhar:

A vacina contra o fumo passou nos primeiros testes, anunciou na terça-feira a companhia britânica Xenova. Esta vacina pode vir a ajudar viciados em cigarros e em cocaína a deixarem essas drogas.
 

 

Campbell Bunce, cientista da Xenova, anunciou no festival da ciência da British Association, da Universidade de Salford, que o organismo dos dependentes reagiu bem a este medicamento, provando que é seguro para o consumo humano.
 

 

O objectivo da vacina é evitar que as drogas não atinjam os centros que gerem satisfação no cérebro, causando um forte desejo de consumir novamente a substância. Desta forma, a vacina deixa o organismo pronto para criar anticorpos que isolem a nicotina ou a cocaína no sangue do utilizador, impedindo que a substância chegue ao cérebro.
 

 

Segundo um estudo publicado na PNAS (Proceedings of the National Academy of Sciences), o fumo do cigarro provoca fortes danos no organismo, não só pelos seus componentes cancerígenos, mas também por reduzir os níveis de uma enzima importantíssima para a saúde física e mental, a monoamina-oxidase B.
 

 

A vacina contra o fumo poderá ser receitada a quem tenta deixar o vício sem sucesso, e poderá, teoricamente, ser dado a crianças como forma de prevenção.
 

 

Fonte: Diário Digital
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.