Vacina contra melanoma avança para testes em humanos

Estudo realizado no Reino Unido

06 junho 2010
  |  Partilhar:

Investigadores da University of Nottingham, no Reino Unido, vão iniciar testes clínicos de uma vacina contra o melanoma, a forma mais letal de cancro da pele.

 

A vacina, denominada SCIB1, tem como alvo as células cancerosas, mas não danifica o tecido saudável, referem os cientistas em comunicado de imprensa difundido pela Eurekalert.
 

A primeira fase dos testes clínicos, liderados por Lindy Durrant, será realizada num grupo de pacientes que se encontram numa fase bastante avançada da doença, já com metástases. A nova vacina funciona ao activar o sistema natural de defesa do organismo, o que garante o ataque apenas às células cancerosas, deixando intacto o tecido saudável circundante.

 

“Estamos ainda numa fase bem inicial dos testes e ainda é impossível prever os efeitos dos ensaios clínicos mas, se os resultados dos testes realizados em laboratório forem observados nos pacientes, acredito que temos uma boa hipótese de aumentar muito as probabilidades de sucesso do tratamento”, afirmou a autora do estudo, acrescentando que, com a aplicação da vacina, espera uma taxa de cura dos casos de melanoma maligno entre os 10 a 20%.

 

Embora a remoção cirúrgica do melanoma possa levar à cura, é necessário um diagnóstico precoce, dado que, quando o tumor atinge outras camadas da pele, a resposta à quimioterapia ou radioterapia tende a ser fraca.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.