Vacina contra gripe das aves pode ter produção em massa em 2007

Laboratório anuncia avanços na investigação

31 julho 2006
  |  Partilhar:

 

O grupo farmacêutico britânico GlaxoSmithKline anunciou na semana passada ter chegado a provas conclusivas para o fabrico de uma vacina contra o vírus H5N1 e mencionou a perspectiva de uma produção massiva para 2007.
 

 

Num teste clínico efectuado na Bélgica, quatro entre cada cinco pacientes, de um total de 400, com idades entre os 18 e os 60 anos, que tomaram o produto em doses reduzidas (duas doses de 3,8 microgramas) mostraram uma forte reacção imunitária positiva, acrescentou o laboratório em comunicado de imprensa.
 

 

A dose é duas vezes menor que a da vacina testada pelo laboratório Sanofi Pasteur, que, segundo um estudo publicado em Maio pela revista "The Lancet", era de duas doses de 7,5 microgramas.
 

 

"Utilizámos um elemento especial e agora somos capazes de demonstrar uma eficácia e uma segurança totalmente satisfatórias com uma dose de apenas 3,8 microgramas", aponta o comunicado. "Isso quer dizer que estaremos em condições, no mais tardar no final do ano, de produzir centenas de milhões de doses de uma vacina eficaz contra a pandemia, o que é um grande avanço", acrescentou.
 

 

O grupo pretende requerer um pedido de autorização às autoridades de saúde nos próximos meses. Uma dose mínima pode permitir esperar a produção de mais vacinas a um custo ainda menor.
 

 

Mais de 30 protótipos de vacina estão em desenvolvimento actualmente no mundo.
 

 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.