Vacina contra Gastroenterite Infantil eficaz em 98% dos casos

Estudos apresentados no 25º Congresso Internacional de Pediatria

05 setembro 2007
  |  Partilhar:

 

A vacina contra o vírus que provoca a Gastroenterite Infantil demonstrou uma eficácia clínica de quase 100% nos dois anos posteriores à sua administração, segundo estudos apresentados no 25º Congresso Internacional de Pediatria, em Atenas.
 

 

Em 98% dos casos, a Vacina Oral Pentavalente contra o Rotavírus mostrou-se eficaz na prevenção de casos graves de doenças nas duas estações após a vacinação, segundo o subgrupo Europeu do estudo da eficácia de rotavírus e testes de segurança (REST).
 

 

Nesta análise do estudo REST, que avaliou mais de 30 mil lactentes europeus, a vacina mostrou poder reduzir em 95% o número de hospitalizações e consultas de urgência, e em 87% as consultas médicas.
 

 

No início de Agosto, a Sociedade Portuguesa de Pediatria (SPP) anunciou a sua intenção de emitir em breve recomendações sobre o uso da vacina, tendo em conta os estudos que indicam a eficácia e segurança da vacinação.
 

 

A vacina contra o rotavírus deve ser administrada até às 26 semanas, registando-se a incidência da Gastroenterite abaixo dos cinco anos, mas o seu pico regista-se entre os seis e os 24 meses. Em Portugal, estão disponíveis duas vacinas cujo custo varia entre os 160 (duas doses) e os 170 euros (três doses).
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.