Vacina contra a varíola protege contra o VIH

Estudo publicado na revista “BMC Immunology”

20 maio 2010
  |  Partilhar:

Num artigo publicado na revista “BMC Immunology”, cientistas norte-americanos sugerem que a vacinação contra a varíola pode aumentar a capacidade de o sistema imunitário resistir à infecção pelo VIH (vírus causador da sida).

 

A teoria dos investigadores da University of California, em Los Angeles, e da George Mason University, na Virgínia, refere que a rápida propagação do VIH nas últimas décadas do século XX está inversamente relacionada com a erradicação da varíola, e, subsequentemente, com a abolição da vacinação contra essa doença.

 

"Têm sido propostas várias explicações para a rápida propagação do VIH em África. Entre elas estão as guerras e a reutilização de agulhas sem esterilização”, assinalou, em comunicado de imprensa, um dos líderes da investigação, Raymond Weinstein.

 

Contudo, aponta o especialista, todos estes factos foram desmentidos ou não têm significado científico para a pandemia de VIH. O cientista revela que, no estudo agora realizado, verificaram que a vacinação contra o vírus da varíola conferia alguma protecção contra o VIH, podendo este facto constituir uma explicação parcial para o aumento da pandemia.

 

Neste trabalho, os cientistas analisaram o comportamento dos glóbulos brancos de pacientes que tinham recebido recentemente a vacina contra a varíola. Verificaram que, quando expostas ao VIH, estas células apresentavam uma probabilidade de permitir a replicação do vírus da sida 5 vezes menor do que a apresentada pelas mesmas células retiradas de pessoas que não tinham sido vacinadas.

 

Embora adiantem ser demasiado prematuro recomendar a vacinação contra a varíola, os investigadores acreditam que a inoculação pode, a longo prazo, provocar mudanças no sistema imunitário que protegerão contra a infecção pelo VIH.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.