Vacina contra a Sida testada em humanos

Suíça e Inglaterra iniciam testes em 2003

21 outubro 2002
  |  Partilhar:

Os primeiros testes de vacinas contra a Sida em humanos vão iniciar-se em 2003 no Centro Hospitalar Universitário Valdense de Lausana, na Suíça. Um hospital de Londres realizará a mesma experiência.
 

Suíça e Londres vão ser palco dos primeiros testes da vacina contra a Sida em humanos, a partir de 2003.
 

 

«A primeira etapa é testar a segurança e a tolerância das nossas ''vacinas candidatas''. Seleccionar-se-á então a melhor para avaliar a capacidade desta vacina de induzir uma resposta imunitária», explicou Giuseppe Pantaleo, chefe da divisão de imunologia e alergia do Centro Hospitalar Universitário Valdense (CHUV) de Lausana, numa entrevista ao diário suíço «24 Heures».
 

 

O CHUV prepara-se para recrutar 80 voluntários, em boa saúde e que não fazem parte dos grupos de risco da Sida.
 

 

«A vacina não contém o vírus completo, mas porções do vírus incapazes de reconstituírem um vírus infeccioso», acrescentou o especialista.
 

 

Interrogado sobre a duração do desenvolvimento de uma vacina, Giuseppe Pantaleo explicou que serão necessários «seis a oito anos». «O nosso programa tem três anos e meio», salientou.
 

 

«Ficaria já satisfeito se se obtivesse uma vacina com 50 a 60 por cento de eficácia. Para os países em desenvolvimento, com os problemas sociais e económicos causados pela Sida, isso seria já um progresso», sublinhou.
 

 

Estes testes serão realizados no âmbito do programa europeu «Eurovac», que mobiliza há quatro anos 32 equipas de investigação de oito países da Europa.
 

 

Um hospital de Londres realizará testes semelhantes aos de Lausana.
 

 

Fonte: TSF
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.