Vacina contra a Sida começa a ser experimentada

Primeiros testes em seres humanos na Europa

30 julho 2003
  |  Partilhar:

Vinte e quatro voluntários, doze em Genebra e doze em Londres, vão testar a partir da próxima segunda-feira uma vacina anti-sida produzida por um consórcio europeu, o EuroVacc, e financiada por um programa de investigação da União Europeia.
 

 

O anúncio foi feito pelo Hospital Universitário do cantão de Vaud (CHUV), em Lausana, que recrutou os doze voluntários suíços, enquanto os ingleses foram seleccionados pelo St. Mary s Hospital - Imperial College de Londres.
 

 

O projecto de vacina, chamado NYVAC-C, é produzido pela Aventis Pasteur, a divisão de vacinas do grupo farmacêutico franco- alemão Aventis, refere um comunicado do CHUV. «Trata-se de uma vacina dirigida contra o subtipo C do vírus mais frequente no mundo e em grande expansão», afirmou Marc Girard, coordenador da iniciativa europeia.
 

 

Avaliação
 

 

Os testes vão avaliar a segurança da vacina e a sua capacidade de gerar uma reacção de defesa imunitária. Entre os voluntários seleccionados, com idades entre 18 e 55 anos, contam-se estudantes e membros do corpo médico. Como condições, tinham de ser seronegativos em relação ao HIV e sem risco de contrair infecções.
 

 

O consórcio EuroVacc agrupa cientistas e médicos da Alemanha, Espanha, França, Holanda, Itália, Reino Unido, Suécia e Suíça que trabalham juntos há mais de cinco anos e já produziram várias vacinas potenciais, sendo o NYVAC-C é a primeira a ser testada no homem.
 

 

Balanço
 

 

O primeiro balanço dos testes será apresentado em finais de 2004, segundo precisou Séverine Burnet, directora de estudos do projecto. Caso os resultados sejam prometedores, a EuroVacc estudará a combinação de várias vacinas experimentais antes de passar a eventuais testes em grande escala em indivíduos com risco.
 

 

Os investigadores do EuroVacc criaram a Fundação EuroVacc em Novembro de 2002 em Lausana para facilitar a colaboração europeia no domínio da investigação no campo das vacinas e recolha de fundos.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.