Utentes satisfeitos com serviços prestados pelo Serviço Nacional de Saúde

Inquérito da Direção-Geral da Saúde

19 maio 2015
  |  Partilhar:
Um inquérito realizado pela Direção-Geral da Saúde revelou que a maioria dos utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) foi bem atendida e viu o seu problema resolvido, e que a crise económica não os impediu de fazer exames ou de comprar medicamentos.
 
Segundo notícia da agência Lusa, o “Estudo de Satisfação dos Utentes do Sistema de Saúde Português” resultou de uma sondagem levada a cabo entre 10 de fevereiro e 13 de março, em Portugal Continental, a 2.300 indivíduos com mais de 16 anos de idade.
 
Os utentes dos serviços públicos e privados inquiridos eram, na sua maioria, mulheres e idosos que trabalham ou estão reformados.
 
De acordo com a sondagem, 90,7% dos inquiridos consideram ter sido bem atendidos pelos profissionais de saúde e 74% afirmam que o seu problema de saúde foi devidamente resolvido.
 
A maioria revela não ter faltado a consultas médicas (90,1%) ou ter deixado de fazer exames, tratamentos, consultas de seguimento (87,2%) e de comprar medicamentos (87,9%) por dificuldades financeiras.
 
O inquérito conclui que os utentes estão satisfeitos com a qualidade dos serviços prestados, tendo grande parte dos inquiridos (83,1%) indicado que correspondeu ao esperado.
 
Ainda assim, 38,6% entendem que o SNS precisa de mudanças e reajustamentos consideráveis. Neste caso, são os utentes dos serviços privados que defendem mais esta ideia (41,5% contra 38,1%, do setor público).
 
Relativamente a tempos de espera, 42,2% dos utentes do SNS esperaram mais de um mês por uma consulta de especialidade, enquanto 39,1% aguardaram menos de um mês.
 
De acordo com a DGS, estes tempos enquadram-se nos 30 dias estipulados em casos muito prioritários e 60 dias em situações prioritárias.
 
O estudo indica ainda que, no dia da consulta, mais de metade das pessoas (51,8%) esperaram até uma hora para serem atendidas pelo médico.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.